1 Instalação

1 INSTALAÇÃO

1.1. Introdução

A instalação do gvSIG Desktop (gvSIG, daqui por diante) é muito simples. Há binários disponíveis (instaláveis) de gvSIG para:

  • Linux 32 bits
  • Linux 64 bits
  • Ubuntu 16.04 64 bits
  • Windows 32 bits (compatível com Windows 64 bits)
  • Windows 64 bits (somente à partir da versão 2.3)
  • MAC OS X 64 bits (somente à partir da versão 2.3, e apenas na versão portátil)

Dica: Se você usa Ubuntu ou alguma distribuição derivada, procure utilizar a versão específica para Ubuntu
Existem versões portáteis de gvSIG para cada uma destas opções. As versões portáteis não requerem instalação, basta baixá-las e descomprimi-las para poder abrir o gvSIG e começar a utilizá-lo.

Os binários e versões portáteis podem ser encontrados no seguinte link:
http://www.gvsig.com/es/productos/gvsig-desktop/descargas

1.2. instalação passo a passo

O processo de instalação é similar para Linux e para Windows.

A única precaução adicional que devemos ter em Linux é que o arquivo baixado tenha permissão de execução. No Ubuntu, para dar permissão de execução ao nosso arquivo, o selecionamos, clicamos no botão direito e abrimos suas “Propriedades”. Marcamos a opção “Permitir executar o arquivo como um programa”.

Passo 1: Seleção do idioma de instalação

Ao executar o arquivo de instalação, aparece uma janela que nos permite selecionar o idioma de instalação (Português, Espanhol ou Inglês). Selecionamos o que melhor nos adaptamos e clicamos em “OK” (neste manual estamos selecionando a opção “Português”).

cap01_01

Passo 2: Aceitação de licença

Ao iniciar-se a instalação, aparece uma primeira mensagem de boas vindas. Clicamos em
Próximo”.

cap01_02

É apresentada a licença de gvSIG 2.1 (GNU/GPL v.3). Marcamos a opção “Eu concordo com os termos da licença” e, em seguida, em “Próximo“.
cap01_03

Passo 3: Selecionar a máquina Java

Nota: Esse passo é opcional. Se você selecionou o arquivo com os prerrequisitos de instalação incluídos, ele não será apresentado.
O gvSIG requer uma máquina Java para funcionar. Neste passo podemos selecionar:

  • utilizar a identificada de forma automática no sistema;
  • utilizar outra que tenhamos em nosso sistema;
  • instalar uma nova (disponível por default na instalação).

A única precaução que devemos ter é que se estamos instalando um gvSIG de 32 bits, a máquina java tem de ser de 32 bits. Se estamos instalando um gvSIG de 64 bits, a máquina java tem de ser de 64 bits.
Por default, a máquina java de um Linux de 64 bits será de 64 bits, e de um Linux de 32 bits será de 32 bits, com o que a primeira opção não deveria dar problemas.
Em caso de dúvida, se aconselha selecionar a terceira opção, de modo que gvSIG utilize a java que instala o mesmo, assegurando compatibilidade.

Uma vez selecionada a opção, clicamos no botão “Próximo”.

Passo 4: Selecionar localização

A continuação, devemos indicar a pasta de destino onde se instalará o gvSIG. Por default, é criada a pasta em “/home/usuario”. Clicando no botão “Procurar…”, podemos modificar a localização.
Uma vez confirmada a opção default ou selecionada uma nova, clicamos no botão “Próximo”.

cap01_04
Se a pasta ainda não existir, aparecerá uma mensagem comunicando que a mesma será criada. Basta clicar em “OK” e a instalação continuará.
cap01_05

Passo 5: Início da instalação

Em seguida aparecerá uma janela com uma barra mostrando o progresso da instalação do gvSIG está sendo instalado. Quando o botão “Próximo” for habilitado, é sinal de que foi instalado o gvSIG básico. Nos passos seguintes, poderemos personalizar a instalação do gvSIG, instalando os complementos típicos ou acrescentando-lhe complementos adicionais. Para isso, devemos clicar no botão “Próximo“.
cap01_06

Passo 6: Personalização da instalação

Uma primeira janela nos informa que podemos instalar complementos adicionais ao gvSIG. Os complementos podem ter 3 origens:

  • O próprio binário de instalação. O arquivo de instalação que baixamos contém um grande número de complementos ou plugins, alguns dos quais não são instalados por default, mas estão disponíveis para instalação. Isto permite personalizar o gvSIG sem dispor de conexão à internet.
  • Instalação a partir de arquivo. Podemos ter um arquivo com um conjunto de extensões prontas para serem instaladas no gvSIG.
  • A partir de URL. Mediante uma conexão à Internet podemos ter acesso a todos os complementos disponíveis no servidor de gvSIG e instalar aqueles que necessitemos. A única diferença desta opção com relação à primeira é que podem ter sido publicados complementos adicionais ou atualizações de complementos existentes após a publicação da versão final de gvSIG.

cap01_07

Nota: Não é necessário que instalemos neste momento nenhum complemento. O “Gerenciador de complementos” está sempre disponível no gvSIG e podemos ter acesso a ele a qualquer momento através do menu “Ferramentas”.
Clicamos em “Próximo” e aparecerá uma nova janela onde se solicita que se selecione a origem dos complementos que opcionalmente se queira instalar. Uma vez selecionada, clicamos novamente no botão “Próximo”.
cap01_08
A próxima janela mostra 3 opções:

  • Instalação típica. Instala os complementos por default. Não permite acrescentar nenhum complemento adicional durante o processo de instalação;
  • Instalação avançada. Permite ter acesso ao “Gerenciador de complementos” e selecionar aqueles que queiramos adicionar à instalação típica (para maiores informações, ver item “Gerenciador de complementos”);
  • Instalação a partir de uma URL. Permite instalar complementos a partir de um servidor remoto.

Nota: durante a instalação, podem ser instalados todos os complementos funcionais, mas não as bibliotecas de símbolos, já que estas requerem que se tenha finalizado a instalação. Estas poderão ser instaladas executando-se o “Gerenciador de complementos” no próprio gvSIG.
Uma vez selecionados os complementos ou escolhida a opção “Instalação típica”, clicamos no botão “Próximo”.

Passo 7: Finalização da instalação

Uma nova janela informa sobre o progresso da instalação, indicando o número de complementos (pacotes) instalados. Uma vez finalizada a instalação de pacotes, clicamos em “Terminar”.
cap01_09
A próxima janela informa a finalização do processo de instalação, mostrando opções para:

  • Criar atalhos no menu Iniciar;
  • Criar atalhos adicionais na Área de Trabalho;
  • Selecionar se os atalhos devem ser criados somente para o usuário atual ou para todos os usuários;

Ao clicarmos em “Próximo” será finalizada a instalação e veremos a última janela informando que a instalação foi realizada com sucesso, e mostrando a localização do programa desinstalador.
cap01_11
Basta clicar no botão “Pronto“, e já podemos começar a trabalhar com o gvSIG Desktop.