Criando um mapa de localização no gvSIG – Parte 3

E chegamos ao ponto máximo do nosso artigo! Na primeira parte, obtemos e preparamos os dados que queremos mostrar no nosso mapa de localização; na segunda parte do artigo, preparamos as Vistas que serão mostradas no mapa de localização; e agora, finalmente, vamos à pratica com o modo Mapa do gvSIG. Lembrando que nosso objetivo final é publicar um mapa semelhante a esse:

Resultado final do mapa de localização executado através do gvSIG
Resultado final do mapa de localização executado através do gvSIG

Para começar, vamos abrir o projeto que salvamos ao final do último artigo. Você deverá ter uma área de trabalho semelhante a essa:

Situação atual do trabalho
Situação atual do trabalho

Acesse o modo Mapa do gvSIG, clicando no ícone Mapa na janela do Gerenciador de projetos.

Modo Mapa no Gerenciador de projetos
Modo Mapa no Gerenciador de projetos

Ao clicarmos no botão “Novo“, abrirá a janela Configurar página:

Configurando a página
Configurando a página

Vamos estudar um pouco as opções:

  • Em Tamanho da página, vamos selecionar A4. As opções vão de A0 a A4, ou personalizado, quando podemos utilizar a próxima opção para digitar manualmente a Largura e a Altura da nossa página (não usei esta última opção porque ela tem um pequeno bug que não permite selecionar a Orientação da página).
  • Em Orientação, vamos selecionar a orientação da página, se em modo paisagem (Horizontal) ou modo porta-retrato (Vertical). Para este mapa selecionei Horizontal, mas, se você selecionar Vertical com um Tamanho de página A4, irá obter a mesma largura de página que tem uma folha tamanho A5, conforme usada no post do Narcélio de Sá, citado na primeira parte deste artigo.
  • Em Resolução do resultado, vamos selecionar a qualidade de impressão da nossa página, que pode ser:
    • Baixa: 72 pontos por polegada, ideal para ser usado para exibição em páginas web ou como rascunho;
    • Normal: 300 pontos por polegada, adequada para impressões gerais, que é a qualidade que vamos selecionar neste trabalho; e
    • Alta: 600 pontos por polegada, adequada para impressões de alta qualidade, e em grandes formatos.
  • Na próxima seção, podemos decidir qual Vista vamos inserir no nosso Mapa quando aberto pela primeira vez. Muito interessante se queremos inserir apenas uma Vista, vamos deixar desmarcado desta vez, pois vamos trabalhar com várias Vistas em um mesmo Mapa.
  • E na última seção, Personalizar margens, podemos personalizar as margens da nossa página, de modo a refletir nossas configurações. Deixei 3,0 cm na margem esquerda e 2,0 cm na margem direita, que são os padrões para artigos na norma ABNT.

Definidas as configurações da página do nosso Mapa, podemos clicar em Aceitar, e abrirá a janela do modo Mapa. Ainda no Gerenciador de projetos, podemos Renomear o nosso mapa, para facilitar a identificação.

Área de trabalho do modo Mapa
Área de trabalho do modo Mapa

Podemos notar que o gvSIG coloca uma moldura na nossa folha, delimitando a área útil definida pelas margens que configuramos anteriormente.

Vamos agora inserir a nossa Vista Estado no mapa. Para tanto, acesse o menu Mapa > Inserir > Vista, ou clique no ícone Inserir Vista da barra de ferramentas. Em seguida, clique na página, no local onde deseja inserir a Vista. Será aberta uma nova janela, onde poderemos definir as Propriedades do marco da Vista:

Janela Propriedades do marco da Vista
Janela Propriedades do marco da Vista

Vamos selecionar a Vista Estado, que é a que queremos inserir neste momento. Se você ainda não aplicou Transparência ao fundo da Vista, conforme explicado na segunda parte deste artigo, poderá clicar no botão Configurar Vista e fazer esse procedimento agora. Não é necessário alterar as demais configurações. Podemos clicar no botão Aceitar para inserirmos a Vista no nosso Mapa.

Inserindo uma Vista no Mapa
Inserindo uma Vista no Mapa

Podemos notar que a Vista é inserida com vários pontos de manipulação, que aparecerão ao redor da Vista sempre que ela estiver selecionada. Quando a Vista estiver neste modo, poderemos movê-la e redimensioná-la utilizando estes manipuladores. Vamos aproveitar para reposicionar esta Vista no canto esquerdo da página, e aumentarmos o tamanho de modo que possamos visualizar o contorno do Estado.

Redimensionando a Vista
Redimensionando a Vista

Notamos também a presença da Tabela de Conteúdos (ToC) no lado esquerdo da janela Mapa, onde podemos ver as camadas que estão presentes na Vista que está selecionada, e podemos alterar as suas configurações. Vamos fazer isso agora. Dê um duplo clique no símbolo logo abaixo da camada dos municípios da Mesorregião na ToC, e será aberta a sua janela do Seletor de simbologia, onde iremos alterar as configurações de simbologia da camada, para que o mapa seja melhor visualizado ao imprimí-lo.

Configurações de simbologia da camada
Configurações de simbologia da camada

Nas Opções, continuamos a deixar desabilitada a Cor do preenchimento, e a Cor da borda também continua como preta. O que vamos alterar é a Largura da borda, que estava em “2,0” “Pixels” “no mundo”, vamos alterar para “0,50” “Milímetros” “no papel“. Com isso, vamos obter uma linha mais grossa, destacando a camada de municípios. Feita a alteração, basta clicar em Aceitar para que as alterações sejam aplicadas e voltemos para a janela Mapa.

Repita este procedimento, agora sobre a camada do Estado, alterando a Largura da borda para “0,25” “Milímetros” “no papel“, obtendo assim uma linha um pouco mais fina.

Terminamos de inserir a Vista Estado no nosso mapa. Vamos agora repetir esse procedimento para inserir as Vistas Mesorregião, Microrregião e Município no mapa, cuidando para repetir as alterações que fizemos na simbologia das camadas. Ao final, devemos ter nossa área de trabalho semelhante a essa:

Janela Mapa com todas as Vistas inseridas
Janela Mapa com todas as Vistas inseridas

Vamos agora deslocar nossas Vistas e redimensioná-las, para obter uma distribuição mais agradável. Se em algum momento você precisar que uma Vista sobreponha outra, você pode definir quem estará na camada superior selecionando a Vista e utilizando o menu Mapa > Gráficos > Colocar à frente ou Mapa > Gráficos > Colocar atrás. Na próxima imagem podemos visualizar o mapa com as Vistas melhor posicionadas:

Vistas posicionadas no Mapa
Vistas posicionadas no Mapa

Depois de obter uma distribuição que nos agrada visualmente, vamos agora para os detalhes. Primeiramente, vamos fazer as linhas que ligam visualmente uma Vista à Vista anterior. Para isso, vamos usar a ferramenta Polilinha (menu Mapa > Inserir > Polilinha ou através do ícone Inserir polilinha da barra de ferramentas). Clicamos no primeiro ponto onde vamos inserir a polilinha, clicamos no segundo ponto, e em seguida clicamos com o botão direito e, no menu que se abre, selecionamos Finalizar. Teremos a nossa primeira linha traçada:

Traçando linhas com a ferramenta polilinha
Traçando linhas com a ferramenta polilinha

Como podemos notar, a linha é criada já com os manipuladores vinculados a ela.  Com um duplo clique sobre a linha abrimos a janela Propriedades do gráfico, onde devemos alterar a sua Cor para preta,  e redefinir sua Largura para “0,40” “Milímetros” “no papel“, clicando em seguida em Aceitar.

Redefinindo propriedades da linha
Redefinindo propriedades da linha

Repetimos este processo, desenhando as demais linhas necessárias:

Todas as linhas adicionadas
Todas as linhas adicionadas

Próximo passo: inserir os textos do nosso mapa. Devemos acessar o menu Mapa > Inserir > Texto, ou clicar no ícone Inserir texto da barra de ferramentas. Em seguida clicamos na janela Mapa, no local onde desejamos inserir o texto, e será aberta a janela Propriedades do texto, onde vamos inserir o texto que desejamos, e definir suas propriedades.

Janela Propriedades do texto
Janela Propriedades do texto

Digitamos o texto, selecionamos o alinhamento, digitamos o Tamanho da fonte e em seguida clicamos em Aceitar, e o texto será inserido em nosso Mapa.

Texto inserido no Mapa
Texto inserido no Mapa

Repetimos o processo com os outros textos, alterando o tamanho da fonte para obtermos o efeito desejado:

Todos os textos posicionados
Todos os textos posicionados

E agora, vamos ao último detalhe do nosso mapa: a inserção da Rosa de Ventos. Acessamos o menu Mapa > Inserir > Norte, ou clicamos no ícone Inserir norte da barra de ferramentas. Em seguida, clicamos no local onde desejamos inserir a Rosa de Ventos no Mapa. Abrirá a janela Propriedades do marco de imagens, onde poderemos selecionar o modelo de Rosa de Ventos que queremos inserir, bem como em selecionar qual a Vista que a Rosa de Ventos será vinculada.

Selecionando a Rosa de Ventos
Selecionando a Rosa de Ventos

Selecionada a Rosa de Ventos que nos agrada, basta clicar no botão Aceitar, e ela será inserida no nosso Mapa.

Resultado final do trabalho
Resultado final do trabalho

E está pronto o nosso Mapa de Localização! Agora, só falta imprimir o nosso trabalho (menu Mapa > Imprimir, ou através do ícone Imprimir da barra de ferramentas), ou ainda exportá-lo para PDF (esta opção só está disponível na barra de ferramentas, através do ícone Exportar para PDF).

Infelizmente não localizei a opção Exportar para JPG, ou Exportar para imagem. Parece que ainda não foi implantada nas versões 2.x do gvSIG. Enquanto essa característica não é implementada, você pode usar a ferramenta Exportar para PDF para gerar um arquivo PDF do mapa, abrindo depois este arquivo no GIMP, onde você pode gerar a imagem JPG sem problemas.

E chegamos ao final do nosso artigo. Já sabemos como gerar um Mapa de Localização no gvSIG. Espero que tenhamos aprendido um pouco mais a lidar com este excelente programa GIS Open Source. Qualquer dúvida, use os comentários!

Nos vemos em breve!